Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.uniube.br:8080/jspui/handle/123456789/1674
Título: HOMEOPATIA: percepção da população sobre o conhecimento, utilização e resultado esperado do medicamento homeopático
Autor(es): DUARTE, ANA CAROLINA FERREIRA
FRANGE, RENATA CRISTINA DA CUNHA
Palavras-chave: Homeopatia
Dinamização
Hahnemann
semelhante
Prática Integrativa de Cura;
Data do documento: dez-2021
Resumo: Hahnemann desenvolveu a homeopatia baseando-se na Lei de Hipocrátes que afirma que semelhante cura semelhante. Traduzindo o livro de Cullen, insatisfeito com a teoria da Quina, testou em si e sentiu os sintomas da Malária, comprovando que a mesma substância que cura um organismo enfermo provoca sintomas no sadio. Outro princípio homeopático refere-se a força vital. O indivíduo em saúde plena, reina a força vital, mantendo suas funções em homeostasia. Quando alguma patologia se apodera do organismo, a força vital foi afetada, conferindo as sensações atípicas. Uma consulta com o médico homeopata deve ser de longa, podendo o paciente, relatar com riqueza minunciosamente os sintomas apresentados. A presente pesquisa foi realizada por questionário Google Forms, com 63 entrevistados entre homens e mulheres de distintas faixas etárias e grau de escolaridade, dentre eles mais de 69% já utilizaram medicamentos homeopáticos, sendo que destes, mais de 80% conseguiram o efeito esperado do medicamento. Já 60% dos entrevistados acreditam que os medicamentos homeopáticos são medicamentos naturais. Com objetivo de compreender o conhecimento e utilização do medicamento homeopático pela população, obtivemos resultados com um percentual alto de utilização e resultado esperado.
URI: http://dspace.uniube.br:8080/jspui/handle/123456789/1674
Aparece nas coleções:2021/02

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ANA CAROLINA FERREIRA DUARTE.pdf796,91 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.