Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.uniube.br:8080/jspui/handle/123456789/582
Título: INFLUÊNCIA DO LASER Er,Cr:YSGG, ASSOCIADO OU NÃO A AGENTES DESSENSIBILIZANTES, NA PREVENÇÃO DA EROSÃO ÁCIDA EM DENTINA RADICULAR BOVINA
Autor(es): ARANTES, BRENDA FERREIRA
Lepri, Cesar Penazzo
Palavras-chave: Laser de YSGG
Erosão dental
Prevenção
Hipersensibilidade dentinária
Data do documento: 27-abr-2018
Resumo: O objetivo desse estudo in vitro foi avaliar a influência do laser Er,Cr:YSGG, associado ou não a agentes dessensibilizantes, na prevenção da erosão ácida em dentina radicular bovina. Foram obtidos 80 fragmentos de dentina (4mm x 4mm e 3mm), divididos aleatoriamente em 8 grupos (n=10). G1: controle negativo; G2: aplicação do verniz fluoretado a 5% (controle positivo); G3: aplicação do laser Er,Cr:YSGG (0,1W; 5Hz; sem refrigeração à água); G4: aplicação do verniz fluoretado 5% + laser Er,Cr:YSGG; G5: aplicação do oxalato de potássio 3%; G6: aplicação do oxalato de potássio 3% + laser Er,Cr:YSGG; G7: aplicação passiva do gel bifásico de silicato de cálcio/fosfato; G8: aplicação passiva do gel bifásico de silicato de cálcio/fosfato + laser Er,Cr:YSGG. Metade do fragmento foi devidamente isolada (região controle) e a outra metade recebeu um dos tratamentos propostos. A bebida erosiva utilizada foi um refrigerante a base de cola (pH=2,42 à 4ºC), com duração de 5 minutos cada ciclo erosivo. Este procedimento foi realizado 2 vezes ao dia, com intervalos de 6 horas entre os desafios, por um período total de 14 dias. Avaliou-se a normalidade (Kolmogorov-Smirnov) e homogeneidade (Levene’s) dos dados. Após estas análises, os dados de rugosidade superficial foram submetidos ao teste estatístico de Análise de Variância (ANOVA) e pós-teste de Tukey, para a diferenciação da média dos grupos. Para o perfil de desgaste, utilizou-se o teste Kruskal-Wallis e o pós-teste de Dunn. Após, realizou-se o teste de correlação de Spearman. Todos os testes estatísticos assumiram o nível de significância de 5% (α=0,05). Observou-se que o G1 apresentou o maior valor de rugosidade superficial após o desafio erosivo (3,586μm2 ± 0,205μm2) e o G7 apresentou o menor valor de rugosidade superficial após o desafio erosivo (1,071 μm2 ±0,180 μm2). Quanto à perda de volume, o G4 apresentou o menor percentual (9,7% ± 0,9%) de volume perdido, enquanto o G1 apresentou o maior percentual (41,8% ± 2,5%), ambos com (p<0,05). Foi observada fraca correlação entre as variáveis de resposta (ρ=0,33). Conclui-se que todos os grupos apresentaram menores valores de rugosidade superficial e de perda de volume quando comparados ao grupo controle negativo. Para a rugosidade superficial, o gel bifásico de silicato de cálcio/fosfato apresentou o melhor resultado. Para a perda de volume, a associação verniz fluoretado 5% + laser Er,Cr:YSGG mostrou os melhores resultados em comparação com os demais grupos.
URI: http://dspace.uniube.br:8080/jspui/handle/123456789/582
Aparece nas coleções:2018

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Brenda Ferreira Arantes - pdf para CD.pdf2,91 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.